Busca

Blog A Corida Continua

Veja videos, leia artigos e continue na corrida em busca da boa forma

Exerccios Fsicos Que Podem Ser Feitos em Casa

Exerccios Fsicos Que Podem Ser Feitos em Casa
http://corridacontinua.blogspot.com/2018/02/exerccios-fsicos-que-podem-ser-feitos.html

Se você não tem tempo livre para ir a uma academia, mas sabe da importância de se exercitar…
..o quanto é necessária a atividade física para a saúde,.
Vou deixar aqui algumas dicas, de como é possível fazer isso em casa, mesmo.

As barras e os alteres das academias podem ser substituídos por materiais alternativos, com resultados muito próximos.

Vale aqui usar a sua criatividade.

Um ótimo exercício para enrijecer o tríceps, você pode fazer com facilidade em casa e só precisa de uma cadeira.

fazer exercicios em casa

Coloque as mãos no assento desta, com os dedos para fora, deixe suas pernas em uma posição semi-flexionada, o quadril próximo do assento, aí é só você flexionar e estender os cotovelos, o tronco deve ir para cima e descer, sem encostar-se à cadeira, as pernas também devem permanecer imóveis, pois assim, você estará exercitando o tríceps.

O ideal é  repetir esse exercício umas quinze vezes e você pode fazer três séries.

Outro exercício, que só precisa de uma cadeira, para ser realizado é o agachamento.

Você deve cruzar seus braços no peito posicionar seu quadril para trás, simulando que você vai sentar, com as pernas um pouco afastadas.

Esse exercício é muito bom, ajuda bastante o fortalecimento do glúteo.

Faça-o no mesmo número do anterior e repita também três vezes.

Um exercício peitoral pode ser feito com garrafas de água, para começar as de 500 ml podem dar bons resultado.

Você deita em um colchonete, eleva os dois braços, com uma garrafinha em cada mão, cheia de água é claro, e faz uma flexão, levando os braços aos peito e retornando-os para cima, novamente.


Faça um número de vezes, que você se sinta confortável e repita a série três vezes.
Agora para perder calorias, as atividades domésticas são ideais.

Esfregar o chão, por exemplo, se você realizar essa atividade por meia hora, haverá uma perda calórica próxima de 150 calorias.

Lavar a louça por meia hora, o gasto calórico é 160  calorias e cuidar das plantas no jardim, por volta de 200.

Como você vê, não há desculpa para o sedentarismo. Mova-se e sua saúde agradecerá.


Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
February 19, 2018 at 07:54PM

Anúncios

Beneficios da Couve Manteiga para a Saúde (Campeã em Vitaminas)

Beneficios da Couve Manteiga para a Saúde (Campeã em Vitaminas)
http://corridacontinua.blogspot.com/2018/02/beneficios-couve-manteiga-para-saude.html

A natureza é muito rica em vegetais, mas os especialistas estão elegendo a couve manteiga, como sendo a mais preciosa de todas.

Beneficios preparar folhas de couve manteiga

Sendo ela a campeã dos vegetais, temos que saber que ela possui uma quantidade de ferro e de cálcio bem maior do que as outras verduras que estamos acostumados a consumir.

A couve está entre as verduras que mais beneficiam a nossa saúde, auxiliando na insônia, combatendo gripes e resfriados e fortalecendo todo o nosso organismo.

Ela é da família das crucíferas, sendo excelente fonte de substâncias químicas, que podem oferecer proteção até contra o câncer.

Como preparar couve manteiga

Para que todas as suas propriedades sejam melhor aproveitadas, ela deve ser consumida com o menor tempo de cozimento possível,.

Outra dica ainda melhor se fizermos suco com suas folhas da couve Manteiga, assim aproveita-se todas as vitaminas da planta. Como sugestão pode-se acrescentar limão, ou o que você preferir.

Esta couve Ajuda a limpar o organismo

A couve tem também vitamina B6, ácido fólico e magnésio, elementos esses que agem como regeneradores hepáticos.

Portanto para uma limpeza no organismo, e perda de peso, é aconselhável segundo os nutrólogos, que se consuma pela manhã, suco de meia folha de couve, batido com um copo de limonada.

Outro suco aconselhável para tirar as gordurinhas localizadas e ainda desintoxicar o organismo, é tomar suco de couve com laranja e abacaxi.

A couve é um alimento que deveria estar na nossa mesa quase todos os dias e não só quando fazemos feijoada para acompanhar esse prato tão brasileiro, mas sim, em todas as refeições.

Consuma este rico alimento todos os dias

Dela podemos fazer um complemento para saladas, pode ser colocada em algum caldo, nos dias mais frios, simplesmente dando uma refogada rápida que acompanha o nosso arroz e feijão diários, ou batida em sucos, que como acabamos de ver é fantástica para todo o nosso organismo.

Agora sabemos também que ela serve até para eliminar gordurinhas que estão nos incomodando e não querem ir embora de forma nenhuma, mas que com a introdução desse vegetal tão precioso, vamos conseguir s ver livre em um curto espaço de tempo.

Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
February 18, 2018 at 07:56PM

Qual é o Jeito Certo de Correr?

Qual é o Jeito Certo de Correr?
http://corridacontinua.blogspot.com/2018/01/jeito-certo-correr.html

Existem várias maneiras de posicionar e movimentar o corpo durante a corrida
Eu até costumava dizer que existe um jeito “certo para correr”. Mas não é exatamente assim, pelo menos em parte.
qual o jeito correto de correr
Muita gente vê meus vídeos e conteúdos mostrando as formas que eu considero mais eficientes e menos lesivas de se correr, e dizem:
  • Mas FULANO DE TAL foi campeão e atleta profissional correndo com calcanhar, correndo com o tronco para trás, etc.
E eu sei disso. Vários foram, são e continuarão sendo.
Por isso, talvez seja em muitos contextos mais pertinente dizer o seguinte:

Existem formas mais eficientes e outras menos eficientes de se correr

E o que isso significa?
Significa que você pode correr com o pé entrando no solo à frente do corpo (calcanhar) e mesmo assim ter excelentes resultados, ou nem estar sentindo problemas, como a famosa canelite.
E por que isso ocorre?
Porque o corpo pode se tornar mais rápido com o treinamento cardiovascular, de resistência, e por vezes a musculatura e articulações se adaptam e assim não sofrem dor.
Porém, com anos de estudo de minha parte, treinando como atleta e atuando como treinador de milhares de pessoas presencialmente e online, eu acredito com todas as minhas forças que existem formas mais eficientes de se correr.
Só que muitas pessoas preferem ficar onde estão, adaptadas, na zona de conforto, porque às vezes não estão sentindo nada no corpo.

E num futuro talvez breve, o que poderia acontecer com seu corpo?

Bem, eu conheço muitos casos de pessoas que usando de uma corrida menos eficiente, estressaram o corpo por anos a fio, sem sentir muitos efeitos.
Mas de repente as lesões surgiram e alguns tiveram que parar muito tempo e abandonar o esporte ou diminuíram drasticamente o desempenho.
Tenho conhecidos que corriam 10km perto dos 35min, muito mais rápido do que eu na época.
Um em particular corria com uma entrada de pé no solo muito ineficiente. E eu mostrava a ele que existia uma forma melhor e menos lesiva.
E ele dizia: – Não venha me corrigir, sou mais rápido do que você.
E de fato era.
Hoje, alguns poucos anos depois, ele está todo estourado, fazendo um tempo talvez 10 a 15 minutos pior.
E eu, que melhorei com calma e consistência, corro agora meus 10km em 36min e faço maratonas, 21k e triátlons todos os anos com saúde e segurança, acima de tudo.
Eu escolhi correr para a vida toda, seguindo a metodologia Corrida Perfeita, que estudei a fundo e que já ensinei para mais de 3 mil alunos online, que também obtiveram excelentes resultados.

Isso ignifica que meu jeito de correr e ensinar corrida é exatamente o único e o melhor?

Não. Até porque a Corrida Perfeita é uma referência para você trilhar um caminho individual.
Porém ela é simplesmente a referência mais eficiente e com o menor risco possível de lesões que eu conheço para se correr.
Uma vez que você buscar essa referência, você encontrará a sua Corrida Perfeita, passo-a-passo, dia após dia.
E seu jeito de correr se tornará cada vez menos lesivo e mais eficiente.
E toda essa referência e essa metodologia eu ensino em detalhes no Programa Online Corrida Perfeita.
De lições individuais a exercícios que você pode fazer até em casa, tá tudo lá para transformar seu corpo e sua forma de correr,
Você vai se afastar do alto risco de lesões que assusta a maioria dos corredores.
Precisa de provas de que funciona? É só ver os vários depoimentos espontâneos de alunos, que foram deixados nas redes sociais e que estão na aí página de inscrição.
Experimente fazer diferente na sua corrida. O risco que você teria apenas é o de não gostar do que mostro (o que acho difícil).
Mas para isso eu lhe dou uma garantia de 30 dias após a inscrição, que você pode usar para pedir 100% do seu dinheiro de volta.
Confio no meu trabalho e quero que você confie também. Por isso lhe ofereço essa garantia.
É isso! Vem comigo.
Vejo você no Corrida Perfeita!
Abraços,
Andrei Achcar.

Lembre-se: “A perfeição é uma busca, não um ponto final.”

Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
January 27, 2018 at 11:55AM

10 Truques Para Emagrecer Mais Fácil, Sempre! + Mitos do Glúten

10 Truques Para Emagrecer Mais Fácil, Sempre! + Mitos do Glúten
http://corridacontinua.blogspot.com/2018/01/emagrecer-mais-facil.html

No post de hoje  10 super truques potentes que tem real poder de te ajudar a emagrecer mais facilmente, sempre…
As dicas são do especialista em nutrição Rodrigo Polesso, veja mais dicas no site dele aqui.

Clique no vídeo para ver os 10 truques já Ainda mais sobre , glúten, glúten, glúten!

E aí o que achou, dicas top em?

No último episódio do podcast da Tribo Forte, eles também focaram neste tema e discutiram o que faz sentido e o que não faz sobre GLÚTEN!

Ah, agora o podcast está disponível também no SPOTIFY! Clique aqui para ouvir este episódio!

No mais, durante os últimos dias tenho explorado o Laos um pouco e muito a culinária local.

Vou te dizer, eles são tradicionalmente mestres na Alimentação Forte!

Tenho prestado bastante atenção na cultura local e na forma que eles se alimentam também.

É uma pena que o Laos seja o país mais bombardeado do mundo até agora, com milhões de minas já despejadas pelos EUA no país… ;(

No mais, tenho curtido bastante conhecer ele de norte a sul. Em breve visitarei o Camboja e continuarei prestando atenção, aprendendo e sempre enriquecendo meu conhecimento sobre

Alimentação Forte e CLARO: Compartilhando tudo com você para que meu objetivo seja sempre atingido:

Ajudar você a viver com a melhor saúde e forma física possível, construindo um estilo de vida fantástico que te leve até lá!

Um forte abraço e agora, dê uma olhadinha no link que explica como manter uma dieta efetiva sem sofrimento.

Abraço e fique bem!
Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
January 09, 2018 at 02:28PM

Fort Max Diet Emagrece, Funciona Mesmo e Possui Qualidade Reconhecida

Fort Max Diet Emagrece, Funciona Mesmo e Possui Qualidade Reconhecida
http://corridacontinua.blogspot.com/2017/12/fort-max-diet.html

Será que Fort Max Diet emagrece mesmo?

Esta é uma questão pertinente, que surge sempre que um novo emagrecedor entra no mercado.

Hoje, os consumidores são mais exigentes e buscam informação antes de efetuar uma compra.

fort max diet funciona para perder peso

Ao longo da última década, surgiram centenas de produtos no setor de emagrecimento e muitos acabaram defraudando as expetativas de seus compradores.

As consequências negativas de comprar um produto de má qualidade de emagrecimento são diversas e podem nos afetar de forma séria.

Gastamos dinheiro e perdemos nosso tempo com um produto que não nos vai ajudar a emagrecer.

Ainda mais importante, quando compramos um produto pouco confiável, estamos a colocar nossa própria saúde em risco.

Esse perigo cresce, quando consumimos um produto completamente desconhecido, que não foi avaliado pelas autoridades competentes.

Os emagrecedores, tal como todos os produtos da área da saúde, precisam de ser testados e analisados antes de entrar em qualquer mercado.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária é responsável por analisar e autorizar os produtos de saúde que são comercializados no mercado nacional.

E para dizer a verdade, apenas uma pequena percentagem dos produtos de emagrecimento são aprovados.

O FortMax Diet recebeu aprovação pela ANVISA, o que significa que a sua utilidade no auxílio ao emagrecimento foi reconhecida.

Por essa perspectiva, podemos afirmar que sim,  Fort Max Diet emagrece mesmo.

A ciência já demonstrou que seus princípios ativos ajudam a perder peso.

Caso deseje você poderá ver o certificado ANVISA MS 6,2907,0012 do Fort Max Diet no site da mesma.

Contudo, é importante que você não pense que pode perder peso apenas consumindo um produto.

O Fort Max Diet deve ser usado como auxiliar no processo de emagrecimento

Por muita propaganda que você encontre, nenhum produto de emagrecimento no mundo vai produzir resultados positivos e duradouros, se você não se comprometer com o objetivo de emagrecer.

Se fosse possível perder peso sem esforço, a obesidade não seria mais um problema.

Se deseja realmente emagrecer, você precisa de iniciar uma alimentação equilibrada, fugir de todos os alimentos prejudiciais para sua saúde e começar a fazer exercício físico.

Você não precisa de pagar uma academia, mas pode correr e fazer outras atividades simples em casa.

Quando combinado com exercício físico e uma alimentação saudável, Fort Max Diet emagrece mesmo.

E para ajudar você, Fortmax traz dicas sobre alimentação saudável e um guia de exercícios sustentado em resultados, portanto é só seguir as indicações e você vai ser recompensada.

Para consultar os preços e ter acesso a informação mais detalhada consulte os seguintes sites:        

Abraço e bom tratamento!

    Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
    December 26, 2017 at 04:56PM

    Benefcios da Laranja para o Desempenho Físico

    Benefcios da Laranja para o Desempenho Físico
    http://corridacontinua.blogspot.com/2017/12/benefcios-laranja.html

    comer laranja melhor o desempenho fisico

    A laranja é uma fruta  nativa da Ásia e atualmente abrange muitos países, como: Malásia, Sul da China, Filipinas, etc.

    No Brasil, ela chegou no século XVI, trazida pelos portugueses. Hoje o nosso país, lidera a produção mundial da laranja.

    Ela tem muitas propriedades importantes para a nossa saúde, mas a que mais conhecemos é a Vitamina C, que é excelente para aumentar a resistência do organismo, contra resfriados e gripes.

    Suas fibras melhoram o funcionamento do intestino, e ainda reduzem o mau colesterol neutralizando ainda o ácido úrico.

    Além da já famosa vitamina C – presente em abundância na laranja –  ajudando no combate a gripes e resfriados, e ainda a retardar o envelhecimento precoce das células, fortalecendo o nosso sistema imunológico.

    Ela possui também: ferro, magnésio, sódio, cálcio e fósforo, além das vitaminas: A e B. Sendo que o seu açúcar é facilmente assimilado pelo nosso organismo.

    Quando comprar, procure escolher as mais pesadas e cuidado também porque elas devem estar bem firmes, procure levar com cuidado para não amassar e terem maior durabilidade.

    Depois de lavadas adequadamente e bem secas, elas devem ser guardadas, na gaveta de baixo da geladeira, onde a temperatura é ideal.

    Existem várias qualidades de laranja, a baia, por exemplo, é grande, mas não produz muito suco, ela não tem sementes e o seu sabor é muito bom.

    Rica em sais minerais, flavonóides, ácidos orgânicos, fibras e vitaminas C, A e complexo B.

    Uma das variedades mais consumidas da fruta é a laranja lima, porque são as mais doces, ela também é rica em fibras e tem todas as outras vitaminas presentes nos demais tipos.

    Na verdade, todas as variedades da laranja, conservam praticamente as mesmas propriedades, variando apenas nas cascas mais finas ou mais grossas e também na quantidade de açúcar.

    Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
    December 11, 2017 at 11:18AM

    Como Voltar a Correr Depois de Muito Tempo Parado

    Como Voltar a Correr Depois de Muito Tempo Parado
    http://corridacontinua.blogspot.com/2017/10/voltar-correr.html

    Este artigo é para você  que parou de correr e agora quer retornar aos treinos

    como retornar as corridas de rua

    Quem já foi atleta um dia, porém teve que deixar a vida de treinos por alguma causa maior, sabe da dificuldade de reingressar na rotina de treinos após a perda do hábito. 
    A vida de corredor exige muita dedicação, uma alimentação saudável e disposição física e psicológica para enfrentar as longas horas de treinos. 

    Causas e consequências de parar de correr

    Muitos corredores que abandonam o esporte sofrem algumas consequências, como o ganho rápido de peso, perda de performance e etc. 
    A nova rotina que, às vezes, envolve trabalho de escritório e cuidar da família, faz com que o ex-atleta se afaste cada vez mais do sonho de voltar às competições.

    Para aqueles que resolvem encarar novamente os treinos e recuperar o espírito de corredor, a decisão é difícil e pode exigir muito mais do que o planeado inicialmente. 
    Alguns cuidados precisam ser tomados para que o retorno na rotina esportiva ocorra de forma eficaz e saudável. 
    Confira algumas dicas que vão ajudar a recuperar a forma e mostrar o talento novamente. 

    1. Volte a treinar pouco a pouco 

    Muitos ex-atletas cometem o erro de achar que podem pular etapas e voltar diretamente à rotina pesada de antes. 
    Porém, o organismo se desacostuma com a falta de atividade física e se for submetido a treinos pesados repentinamente, as consequências podem ser prejudiciais à saúde. 
    Primeiramente, o corredor precisa ter consciência de que recuperar o físico leva tempo e é necessário ter paciência no inicio. 
    Para entrar novamente com sucesso na vida de atleta, volte a correr aos poucos, uma boa dica é começar com o bom e velho objetivo dos 5km. 
    O tempo de atividade e o ritmo podem ser aumentados de acordo com a resposta do organismo aos treinos. 
    O tempo em que um ex-atleta leva para recuperar a capacidade física e consequentemente as habilidades aeróbicas anteriores pode variar, sendo um processo rápido para alguns, e lento para outros. 

    2. Reveja a sua alimentação 

    A alimentação também é um dos principais cuidados que o ex-corredor precisa tomar, principalmente para aqueles que tiveram ganho de peso durante o tempo inativo.

    Para quem aumentou a massa corporal e se descuidou da alimentação, é preciso iniciar uma dieta saudável antes de mergulhar nos treinos.

    Os horários das refeições precisam ser regrados, e alguns componentes como hidratos devem ficar de fora por um tempo.

    Reveja a sua alimentação e tente seguir novamente a dieta da época de competições.

    Consultar um nutricionista também é válido, pois o profissional pode recomendar a melhor dieta que contribua para a perda de peso e ajude o atleta a obter sucesso nos treinos. 

    3. Procure os companheiros de antigamente 

    Contatos e boas amizades também são importantes no mundo das competições.

    Procurar os colegas de antigamente que continuam ativos pode ser uma boa maneira de reingressar no mundo das corridas.

    Lembre-se que as antigas amizades são as testemunhas das suas habilidades.

    O contato com atuais atletas, grupos de corrida e assessorias, também é importante para ganhar dicas e incentivos no reinicio dos treinos.

    Só assim é que se voltará a sentir um corredor novamente. 

    4. Renove a lista de amizades 

    Além dos velhos companheiros, novos amigos que estão inseridos nas no esporte também podem ajudar no crescimento seu retorno.

    Saiba quem são os nomes atuais que ecoam nas competições, conheça bem os rivais e os aliados.

    Procure também manter uma boa relação com os treinadores e o grupo.

    O destaque ocorre naturalmente não apenas pelo talento, mas também para aqueles que sabem a importância do trabalho em equipe.

    Abraço e bom retorno ao fascinante mundo das corridas de rua.

    Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
    October 15, 2017 at 07:46PM

    Ácido Láctico: O “vilão dos esportes” influencia tanto assim o Desempenho?

    Ácido Láctico: O “vilão dos esportes” influencia tanto assim o Desempenho?
    http://corridacontinua.blogspot.com/2017/09/acido-lactico.html

    Até pouco tempo atrás, muitos técnicos, médicos e leigos acreditavam que o ácido láctico era responsável por uma série de problemas atléticos – fadiga, dores musculares, cãibras, limiar anaeróbio e débito de oxigênio.

    Porém, atualmente, essa explicação simples e única para tantos males fisiológicos perdeu seu crédito. Na verdade, reconhece-se hoje, que o ácido láctico tem importantes funções no metabolismo.

    O primeiro mito a se quebrar  é que o ácido láctico apenas faz mau para o organismo

    Longe de ser um “vilão”, o ácido láctico é uma substância essencial, utilizada no fornecimento de energia, na eliminação do carboidrato proveniente da alimentação do atleta, na produção de glicose e no aumento da resistência física em situações extenuantes.

    Novas pesquisas de desempenho esportivo têm sido responsáveis por essa forma “positiva” com a qual o ácido láctico está sendo visto.

    Apesar delas reconhecerem que o acúmulo de ácido láctico no sangue e nos músculos pode interferir no estímulo nervoso de contração muscular e no processo de produção necessário para essa contração, ressaltam também que o ácido láctico é metabolizado muito rapidamente, e que a quantidade de ácido láctico no sangue e nos músculos, a qualquer instante, é extremamente menor que a grande quantidade que é continuamente formada e eliminada pelo organismo.

    Sabemos hoje, que o ácido láctico é formado e eliminado continuamente e em alta velocidade, mesmo em repouso e em músculos adequadamente oxigenados.

    Também, que um aumento na concentração de ácido láctico no sangue significa apenas que o índice de sua entrada no sangue excedeu o índice de sua eliminação.

    Durante o repouso, a quebra da glicose parece ser a fonte principal para sua formação.

    Veja no vídeo uma explicação mais detalhada das pesquisas cientificas do lactato

    Como funciona o ciclo fisiológico do ácido láctico

    Segundo a hipótese do Paradoxo da Glicose, o carboidrato absorvido, oriundo da alimentação, entra na circulação sanguínea principalmente na forma de glicose.

    Entretanto, a maior parte ao invés de entrar no fígado, alcança a circulação geral e se distribui em diversos pontos, inclusive na musculatura esquelética, onde ocorre a conversão da glicose em ácido láctico.

    Em seguida, o ácido láctico retorna à circulação onde é levado até o fígado e finalmente transformado em glicogênio.

    Esta manobra fisiológica, permite a eliminação rápida do grande volume de carboidrato que chega à circulação após uma refeição rica em carboidratos.

    Com isso, o organismo evita uma reação brusca à insulina o que levaria a um quadro de hipoglicemia (pico de insulina para baixo).

    O ácido láctico, quando formado em locais onde há quebra de glicose ou glicogênio em alta velocidade, pode em seguida, atingir lugares onde pode servir de “combustível” para formação de glicose ou ressíntese do glicogênio.

    Com o início do exercício, há uma enorme aceleração na velocidade de quebra do glicogênio muscular, na absorção e na quebra da glicose.

    O aumento na quebra de glicose conduz inevitavelmente a um aumento na produção de ácido láctico.

    Embora o nível de ácido láctico durante o exercício dependa de vários fatores, a duração e a intensidade do exercício são as determinantes principais.

    Conseqüentemente, há um aumento na concentração de ácido láctico no sangue porque o ácido láctico do músculo é “derramado” no sangue.

    Se o exercício for sub-máximo, com o decorrer do tempo, o sistema de produção de energia oxidativa e de utilização de gorduras se torna mais efetivo, o que diminui a produção de ácido láctico.

    E ainda, o ácido láctico que é produzido em determinados tecidos (ex: musculatura esquelética), pode durante o próprio exercício, ser consumido por outros tecidos (ex: coração, intestino).

    Isso, além de eliminar o ácido láctico, poupa também as reservas limitadas de glicogênio do organismo.

    Portanto, o atleta e o técnico devem aprender a lidar com o ácido láctico de uma forma mais eficaz.

    Estratégias de treinamento com “auxilio” do ácido láctico

    O principal objetivo das estratégias de treinamento deve ser minimizar a produção de ácido láctico e aumentar sua eliminação.

    Treinamentos de alta intensidade irão maximizar as adaptações necessárias para aumentar a utilização de oxigênio (aumentam o VO2 máx.). Em decorrência disso, o atleta se torna menos dependente da quebra de carboidratos em ácido láctico (metabolismo anaeróbio).

    O treinamento prolongado sub-máximo tem a vantagem de induzir as adaptações musculares que reduzirão a velocidade de formação do ácido láctico, além de aumentar sua velocidade de eliminação.

    Treinamentos que envolvem natação, ciclismo e corrida por muitos quilômetros, parecem causar um aumento máximo na capilaridade e na capacidade mitocondrial dos músculos esqueléticos.

    Essa capacidade aumenta o uso de gorduras como combustível e, conseqüentemente, diminui a produção de ácido láctico.

    Além disso, uma maior capacidade mitocondrial aumenta o consumo de ácido láctico como combustível energético, facilitando sua eliminação do organismo.

    E aí amigo, o que achou do artigo?

    Perdeu o medo ácido láctico? Espero que sim.

    Abraço e continue lendo outros artigos esportivos aqui no blog A Corrida Continua.

    Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
    September 14, 2017 at 06:19PM

    Como se Preparar para Correr Longas Distâncias e Evitar as Lesões

    Como se Preparar para Correr Longas Distâncias e Evitar as Lesões
    http://corridacontinua.blogspot.com/2017/09/corridas-longas.html
    Não é simples correr longas distâncias.

    O corpo precisa estar preparado com muito treino e dedicação, sem contar das exigências biomecânicas impostas ao organismo.

    como correr longas distâncias

    A corrida de longa distância exige do atleta técnica para as diversas superfícies e uma biomecânica diferenciada das outras modalidades de corrida.

    A angulação de inclinação do tronco durante a corrida varia de 5º a 9º nos corredores de longa distância, nos corredores de velocidade é de 25º e nos corredores de meio-fundo 15º”, avisa o fisioterapeuta Leonardo Signorini.

    É preciso prestar atenção no corpo ao correr

    Segundo o especialista, essa biomecânica consiste em movimentos corretos na passada para que não ocorra complicações durante o treinamento e leve ao surgimento de lesões. “Os pés são as primeiras estruturas que entram em contato com o solo.

    Eles acabam absorvendo o impacto das passadas e podem não suportar os desgaste e sofrer vários tipos de lesões. Com a corrida, há uma maior sobrecarga de forças geradas pela ação da gravidade (peso corpóreo sobre o solo) e o contrário a essa força, ou seja, do impacto do solo sobre os pés”, diz.

    Na corrida de longa distância (ou longões), as lesões mais freqüentes são as provocadas pelo estresse ou de sobrecarga, tais como fraturas de estresse, tendinites, fascite plantar, síndrome do estresse tibial medial e síndrome do trato ílio-tibial e etc.

    Cuidado com o excesso de treinos

    “Uma das principais lesões é a fratura por “stress”, que representam 4,7% a 30% das lesões encontradas em corredores, encontradas na maioria na tíbia (49,9%), ossos do tarso (25,3%), metatarsos (8,8%), fêmur (7,2%), fíbula (6,6%), pelve (1,6%), sesamoides (0,9%) e coluna (0,6%)”, conta o fisioterapeuta.

    Normalmente, de acordo com os especialistas, essas lesões surgem geralmente surge no início da temporada em que o atleta encontra-se sem preparo físico ou com mudanças de superfícies de treinamento, calçado inadequado para determinado tipo de solo, erros na periodização de treinamento, distúrbios anatômicos, biomecânicos, nutricionais e hormonais.

    O pé recebe o impacto constante do solo e não resiste.

    “Portanto um bom calçado para cada tipo de corrida, ameniza o problema”, aponta.

    Vídeo com exercícios de para evitar lesões nas longas distâncias

    Para finalizar assista a um vídeo com dicas do Marilson Gomes dos Santos para evitar as principais lesões ao correr.

     vários kms


    Postado originalmente por: A Corrida Continua http://corridacontinua.blogspot.com/
    September 06, 2017 at 12:00PM

    Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

    Acima ↑